SIGA POR E-MAIL

segunda-feira, 2 de abril de 2012

Tribunal Arbitral Brasileiro não consegue ter documentos de volta

A matéria original já foi publicada há tempo razoável.

Entretanto, o  SINDJA cumprindo com sua obrigação de alertar as pessoas sobre as tais “carteiras de juiz”, as quais são denominadas pelo SINDJA como “ ararajubas” por causa de seu alegre e hilário colorido,faz reproduzir a matéria aqui porque o assunto é sempre pertinente.
Outro alerta que faz o SINDJA é quanto a umas instituições que foram denominadas de "Federal"  ou "Federativa", as quais pululam ilegalmente pelo país inteiro e não podem ter a palavra "federal", ou qualquer outra, em sua denominação, que possa induzir alguem a pensar que é um orgão público.

 "Tribunal Arbitral Brasileiro-TAB" não consegue ter documentos de volta.
ABAIXO AMOSTRAS DE CARTEIRAS INESCRUPULOSAS


DUAS CARTEIRAS "Ararajuba" APREENDIDAS POR ORDEM JUDICIAL IMITAM SIMBOLOS PRIVATIVOS DOS 3 PODERES CONSTITUIDOS.

Os documentos, processos, identidades funcionais, distintivos, faixas, certificados, diplomas de formação no curso de juiz e brasões da República apreendidos no escritório de Niterói do Tribunal Arbitral Brasileiro (TAB) não serão devolvidos. A decisão é da 6ª Turma do Tribunal Regional Federal da 2ª Região, que negou pedido do próprio TAB.

Leia mais,matéria original, no link abaixo:
http://www.conjur.com.br/2004-set-24/tribunal_arbitral_nao_documentos_volta

O SINDJA TRABALHA PELA LEGALIDADE E MORALIZAÇÃO PERMANENTE DOS ASSUNTOS SOBRE ARBITRAGEM

Um comentário: