SIGA POR E-MAIL

sexta-feira, 22 de julho de 2011

COMENTÁRIO SOBRE OS QUE BUSCAM SER "Oficiais" NA ARBITRAGEM

                COMENTÁRIO SOBRE  OS QUE BUSCAM SER “ Oficiais” NA ARBITRAGEM
                  http://blex.com.br/index.php/2009/praxis/950#comment-31082

Acabo de ler um comentário, feito por uma pessoa que critica  quem quer posar de "dono da verdade" , mas essa pessoa busca ser " oficial" de qualquer maneira.É muito ambíguo em suas falas,escritos e comentários.Mordaz com qualquer que se oponha a suas idéias.Por ele andaria como andavam os padres católicos no passado: Usando uma batina preta.(risos) "Criou"   o   " conselho FEDERAL de arbitragem", o qual por ordem do MP já deveria ter de  mudado de nome e tem outro qualquer coisa ponto "org",mas faz oposição declarada e lobby contra o Sindicato Nacional dos Juízes Arbitrais do Brasil mas continua fazendo uso da expressão "federal" em suas organizações. Na verdade o SINDJA é uma espinha de peixe atravessada na garganta de muitos, porque é a única instituição com capacidade jurídica para obter uma arrecadação oficial e compulsória, que é a Contribuição Sindical. Todos os proprietários de instituições arbitrais abominam o SINDJA porque não são o seu presidente, não tiveram a idéia e inspiração de criá-lo,então o combatem,agridem,porque nada são e querem ser " oficiais" e ainda criticam alguns ,chamando-os de " donos da verdade".Ora, como ser árbitro (já que não gostam da expressão  Juiz Arbitral que foi cunhada pela Drª Fatima Nacy Andrighi) se não admite a equidade? Isso é uma descarada disputa de ascensão ao poder! Civilize-se senhor. Isto, analogamente, é homofobia.Portanto, nos tempos atuais, crime!

Arifex in Opere.

Nenhum comentário:

Postar um comentário